12.2.07

Móbile

Danço
E quando não danço
me lanço
Retomo dois, três, quatro passos
Separo cinco, seis, sete cantos
E reparo

De um lado a outro me desloco
Caminho lado a lado
E engano
Me engano
Sou reflexo
Som de eco
Me debato
Me carrego

Sou de ferro
E de aço
Também refaço
Sou de vento
E de água
Me entrego
Afogo mágoa
Sou exata
Por alguns segundos
Antes de uma nova rajada

Olhos de poeta

Ainda que me conheçam provável Isolada numa sala Sábia ou desinformada Tenho mesmo é olhos de poeta Quando chego a um novo sítio Ou per...