Festa

Era um
Passaram-se dois
No terceiro eu queria morrer
Mas no quarto o sol foi tão gritante
Que não tive escolha
Dancei loucamente

Postagens mais visitadas deste blog

Olhos de poeta

Nós, os egoístas