divagação da semana

Hoje na natação comecei a treinar apnéia para mergulho!!!! Em breve vou comprar meu equipamento. As vezes eu tenho vontade de ir para o mar e ficar pra sempre naquela imensidão azul... Aliás, já viram esse filme? Lindo! do Luc Beson. Enfim, só um momento de divagação. Eu agora estou dando a luz a uma organização que, eu espero, será inovadora (algo que deve me consumir aí um tempão e muito suor, quem sabe até alguns conflitos), dou aula, canto, escrevo... tem casa pra cuidar, contas pra pagar, mil coisas pra fazer. Mas acho que no fundo eu estou apenas preparando o terreno pra sair por aí um dia com meu barco "salvando as baleias". Lá dentro uma vozinha diz que o mundo é a minha casa... Mas eu sei que antes tenho que construir as bases pra isso, ganhar um dinheirinho, porque eu não quero simplesmente sair por aí como turista ou sem noção (já passei dessa); eu quero construir coisas, pesquisar povos, culturas, lançar livros, acabar com o pró-carne, com a Monsanto e quem sabe tb despoluir a baía de guanabara, salvar a Amazônia e os pandas... coisas pequenas...rs. Na verdade, eu acho que já estou fazendo. Não sei muito bem se existe isso de construir agora e colher depois. É simultaneo. Uma outra voz tem dito dentro de mim: você nasceu para coisas grandes. E a Vanessa pequena tem medo. To tentando fazer com que a Vanessa grande coloque a pequena pra hibernar. Todos deviam fazer isso consigo mesmo. Temos que salvar os fortes dos fracos, dizia Nietzsche. Reflitam bem essa frase sem pré-conceitos... Quem são os fortes e quem são os fracos?

Comentários

  1. "Uma outra voz tem dito dentro de mim: você nasceu para coisas grandes. E a Vanessa pequena tem medo".

    Que conflito eterno... que medo obsurdo, chega a ser sufocante em certos momento...
    Às vezes fico pensando porque tenho que fazr coisas "grande", mirabolantes... porque não posso ter uma vida simples anônima... mas é inevitável, quando vejo já estou tentando ser inovadora criativa... mas isso dá trabalho, consome e também cansa. Ai vem o medo do julgamento, da minha imensa ignorância... e até ingenuidade!
    Por que cada dia que passa me sinto mais ignorante??? Será que nunca me sentirei satisfeita comigo mesmo?
    Quando você toma coragem de fazer algo, se acha capaz, vem uma aula (hehehehe) e te confunde por inteira... te deixa sem palavras...
    Por que crescer é tão difícil e confuso? Por que o medo é tão grande e poderoso?
    Também preciso de alguém que me diga que sou capaz!
    Por que quero tanta coisa ao mesmo tempo... sempre achando que se eu não correr não dará tempo?!
    Esse papo já tá meio doido!!!!
    É melhor para por aqui... mas adorei ler esse texto e compartilhar alguns conflito...
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Você é capaz!!! Todos somos! Uma vida pode ser simples e grandiosa ao mesmo tempo. Basta ter energia em lutar por aquilo que acredita. O medo nos impede de realizar muita coisa. Tenho muitos... mas aprendo a cada dia a superá-los pq me livrei tvz do pior de todos os medos: o de errar. Quando esse medo se amansa a gente se sente livre pra correr riscos... e é uma sensção maravilhosa, quase viciante, perigosa até por isso, mas muito melhor que ter medo e deixar a vida passar... Bom compartilhar pensamentos com vc, e concretudes tb, como a aula. bjs e até lá

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas