Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2008

rosa dos ventos

Imagem
navegam sempre em cada corpo um barco que se resigna e outro que reluz e solta as velas no vento tenho navegado em busca desses ventos... onde estão? mareando a cada dia, entre o nascer e o pôr do sol é por isso que quando a vida se apequena eu corro para o mar porque tem um mar dentro de cada um de nós e fico estirada na pedra por instantes em que só há o agora e tudo ganha um novo colorido e toma novos rumos é também por isso que não me canso de reverenciar essa força nebulosa o mar é mais que a água que desforma o planeta e encanta marinheiros é onde tudo deságua e de onde tudo vem porque tudo um dia chega no mar e se não chega, é ele quem vai de encontro o mar não é tão somente a morada de seres reluzentes e de uma alucinante profusão de cores e, mais abaixo, do silêncio ancestral é também uma condição ser mar é ser uma força que não se resigna sabendo o momento de causar tempestades e se acalmar é terra, e entra nela por todos os lados a fecunda e a tr