rio

o meu amor não tem garras
ele escorrega no que ama

Postagens mais visitadas deste blog

Olhos de poeta

Nós, os egoístas