1.8.12

eterno retorno


o corpo
é esse reservatório de potência
que ora ou outra, desloca
desfila
e vez ou outra se contorce
o corpo é esse reservatório de desejo sem fim
de fome de viver
de não querer esperar
e ser

Nenhum comentário:

Postar um comentário