da necessidade

um poema já passado, de um mês passado

necessito
a solidão
completa
do teu corpo

o veludo
que é tua voz
quando falas
sobre a vida

necessito
tua respiração
profunda
quando dorme

e tua pele jovem
encostada no meu
sexo

necessito teu suor
cansado, de verão
tua exuberância
de menino
e tua força
de homem feito

necessito
é simples
do teu espírito
aventureiro

dessa alegria
sem fim
que é tua
existência

necessito-a

em mim

intensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

poesia de domingo

Um cisne em voo solo - carta para Stefania

Phoenix, um poema