poema dos pequenos gestos


apertar um botão
um aperto de mão
sorrir, simplesmente
partir, de repente
jogar uma semente
uma cerveja que compõe
com o que se sente
uma dobra num papel
retirar um véu
um acorde
não me acorde
a porta quando tu entrares
a sutil conversa dos olhares

Comentários

Postagens mais visitadas