Pitta

Eu me consumo

Não me importo em morrer

Minha chama é daquelas que renascem
Ave mitológica

Procuro sempre por aquilo que me inflame
Nasci sob a configuração da combustão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

poesia de domingo

Um cisne em voo solo - carta para Stefania

Phoenix, um poema