Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

há tantas auroras que ainda não brilharam

acordei tarde
procurando poesia
havia um cheiro ali ao lado
sei lá que lado
talvez todos
que fica a espreita
rondando minhas certezas
acordei tarde
porque é tanto o cansaço
e o amor tem sido uma cidade grande
com parque, arranha céu, cachorro, sinal de trânsito
verde, vermelho, cuidado
siga atento no amarelo
acordei e desejava poesia
para o café da manhã do quase meio dia
- há o silêncio do meio dia
estranhamente o meu apartamento silencia -
o sol ardia
ainda arde
há calor e talvez nem seja tão tarde
e, quem sabe,
mesmo assim, parecendo tarde
seja, na verdade,
cedo...