SOBRE

Escritora, produtora cultural, performer e empreendedora, Vanessa Rocha atua no campo das artes e da cultura desde 1999. Desde 2001, é também praticante de Yoga e meditação e pesquisadora de práticas de desenvolvimento pessoal. Unindo seus mais diversos conhecimentos, criou um programa de Mentoria para artistas e grupos criativos, bem como cursos e workshops cujo objetivo é fortalecer o potencial criativo e a autoconfiança. Trabalha ainda como assessora artística e de carreira e desenvolve projetos artísticos em parceria.

Leitora apaixonada de filosofia e literatura, é poeta e escritora. Publica seus textos online desde 2006. Em 2007, lançou o seu primeiro livro, Novelo, pela Editora Multifoco, coletânea de poemas e contos. O segundo veio em 2013, pela Editora Mundo das Ideias, Poemas em carta e outras poesias. Desenvolve ainda textos para atuação e declamação, tendo entre seus trabalhos uma adaptação para monólogo do clássico de Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas, encenado em 2016 sob direção de Márcio Sanchez, e a criação de textos originais, como: o poema Rio 450 gestos, para o Prelúdio da Bachianas nº 4, de Villa-Lobos, interpretado por Márcio Sanchez com a orquestra Johann Sebastian Rio no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, na Cidade das Artes e em vídeo; a série As quatro estações cariocas, declamada na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, também junto à orquestra Johann Sebastian Rio e o violinista italiano Domenico Nordio; o poema Phoenix, inspirado na música de Sergio Roberto de Oliveira e declamado em concerto com a Orquestra Sinfônica Nacional-UFF na Sala Cecília Meireles; e o espetáculo Poemas em carta, encenado em 2013 e 2014 no Rio de Janeiro e em Niterói. No momento, escreve o seu primeiro romance.

Como empreendedora, é cofundadora da inovadora orquestra Johann Sebastian Rio e foi sua diretora executiva do lançamento em 2014 até o ano de 2017; criadora da empresa Trevo Criativo, lançada em 2011 e em atuação até 2014, ganhadora de prêmios de empreendedorismo; e da empresa Mafuá Produções Culturais, que atuou de 2005 a 2009. É cofundadora do festival de arte e cultura Interculturalidades, realizado pela Universidade Federal Fluminense (UFF), do qual coordenou a produção entre 2002 e 2006.

Como produtora cultural, atua como gestora da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a mais antiga da cidade, formada em 1924, sediada na histórica Escola de Música da UFRJ, e já elaborou e produziu inúmeros projetos em literatura, cinema, música, dança e pensamento. Formada na UFF em Produção Cultural, fez pós-graduação em Economia da Cultura na Universidad de Valladolid, na Espanha, e mestrado em Comunicação e Cultura na UFRJ. Por quatro anos, foi professora universitária na UFF (curso de Produção Cultural) e na Escola Superior de Propaganda e Marketing/ESPM (curso de Administração e Marketing).

Formou-se também em Teatro pelo Curso de Formação de Atores da UFF e estudou canto com Sônia Leal (Música antiga) e Analu Paredes (Música popular), tendo atuado em montagens de textos de Brecht, Garcia Lorca e Oswald de Andrade, liderado duas bandas musicais como vocalista e letrista e interpretado inúmeros poemas em saraus e concertos. Atualmente, retomou seus estudos em piano.

No universo do Yoga e da meditação, estudou Hatha Yoga, Kundalini Yoga, Asthanga Vinyasa e Dakshina Tantra Yoga, além dos textos clássicos do Yoga, do Vedanta e do Tantra e os textos budistas e taoistas. Tem iniciação em Meditação Transcendental e é praticante de Zazen. 

Apaixonada pela vida, medita e escreve diariamente, ama visitar novos lugares, conhecer culturas, sons e sabores e estar com pessoas compartilhando conhecimentos e saberes, criando e colaborando em processos de criação.

---
Fotos da capa, da esquerda para a direita: Performance "As quatro estações", com Johann Sebastian Rio na Sala Cecília Meireles, por Ana Clara Miranda; Ensaio "Poemas em Carta", por Mariana Pietrobon; Ensaio, por Alexandre F. Maciel.

Logomarca por Ricardo Almeida.